Marcos Campos 1

Share:
Share on FacebookGoogle+Tweet about this on TwitterPin on Pinterestshare on TumblrShare on StumbleUponShare on LinkedInShare on RedditDigg thisBuffer this page

About

A fotografia Fineart envolve a materialização da criação artística em suportes específicos para tal, mas não é somente isso, o cuidado desde o esboço da cena que pretendo fotografar até sua captação, leva tempo e durante este tempo tudo vai se contextualizando de forma que o resultado, livre do documental ou do registro por si só, se apresente como vislumbrei a obra. O fato de agradar olhares e perceber elogios e demonstrações de interesse na fotografia como efetivamente uma arte visual, fez apresentar minha expressão artística desta forma.” Marcos Campos

Nascido no estado do Rio Grande do Sul no ano de 1980, atualmente Marcos Campos reside em Santa Catarina, a fotografia sempre esteve presente em sua vida e é dela que vive atualmente. Publicitário por formação e fotógrafo por opção, a fotografia como trabalho surgiu em meados de 2003 quando começou a realizar alguns trabalhos fotográficos que rapidamente tornaram-se profissão e uma forma de sair de uma rotina diária, por meio da fotografia consegue estar inserido em diversos assuntos a cada dia, absorvendo informação e transpirando inspiração.

Mas apontar as lentes, com e para objetivos pré definidos, nem sempre lhe da margem para expressão de uma olhar autoral, algo onde uma imagem fale mais que simplesmente registrar o que precisa ser registrado.
Devido a essa inquietação da criatividade, natural no ser humano quando tomado de informações, se aventurou com muito sucesso em processos alternativos de fotografar, um exemplo a técnica Pinhole que lhe rendeu excelentes oportunidades e que continua a dar muito resultado. Buscar formas de ver, interpretar e expressar o ambiente ao seu redor, são formas de grafar o pensamento.

Mas a vontade de apresentar o mundo do seu ponto de vista era maior e então a arte começou a tomar forma com fotografias mais elaboradas, desde seu esboço em papel, passando pela captação estudiosa da luz, um resultado primoroso da expressão artística, que para muitos vai além do real beirando o surreal, assim dando margem para que o espectador adentre a cena por meio da observação atenciosa e apurada do olhar de quem se identifica com o trabalho de Marcos. A fotografia livre do documental e livre do registro por si só, vem captar de forma espetacular o que o artísta busca, e essa busca desembarca na Fineart uma forma criteriosa de lidar com a imagem, seja no cuidado da impressão, seja no requinte do suporte ou seja na vontade de unir tudo em uma obra que poderá permear por séculos e adentrar o universo da arte. Assim o autor encontra a forma perfeita de se expressar artisticamente, apresentar sua arte e com ela abrir novos horizontes dando saída para o olhar autoral por meio de ampliações assinadas e numeradas de próprio punho.


Works

Janelas

Braço pra cima

Alto Reflexo

Escada para o céu

Casa de luz

Reunião das bruxas

Caminho do tempo

Nuvem de pedra

Silenciosas observadoras

A velha senhora

No vai e vem do tempo

O observador

Ilha

Rastros de pedra

Por entre as pedras

Salto no tempo